terça-feira, 22 de junho de 2010

MAIS UM ANO DE VIDA !!!! "odeio o dia do meu aniversário!"

Por mais estranho que me possa parecer, chegar aos vinte e três não é tão diferente do que ter os vinte.Sei lá, acho que já cheguei naquele ponto em que mal consigo separar como foi minha vida antes ou depois de tal idade...O fato é que sentir os vinte e três me parece ser equivalente ao que venho sentindo normalmente. Nada anormal.
Como eu queria ter meus vinte e três anos desgarrados, perdido entre ruas de nomes desconhecidos e rostos não convidativos, mas sinceros.Porque eu sempre busquei, depois dessas mais de duas décadas de vida, as coisas que, no fundo, eu já devia saber que não poderia ou conseguiria ter.Parece ter sido mesmo apenas o sofrimento por si só.E pronto.
Às vistas ao redor busco algo mais. Mas nem mesmo me encontro na maior parte das vezes.Tento guiar-me dentro da escuridão enquanto a luz continua a cegar lá fora.Recolher-me aqui dentro deve ser a melhor opção, pelo menos por ora. Já foram mais de duas décadas caçando algo que eu já devia saber, no fundo, que seria muito difícil, quase impossível de encontrar.Por vezes, pensei ter encontrado, mas era tolice. Doce ilusão que só me empurrou mais fundo e adiante nessa busca insensata por algo desconhecido.Garanto a mim mesma que nada mais vai acontecer. Prometo. Cumpro.Mas as coisas demorar a mudar, ou nem mudam, vai saber...
Eu queria poder ter a certeza de que as coisas se acertariam de algum modo, garantir que a quantidade de esforço despreendido, me fosse retornado.Ter a certeza de que as coisas e pessoas pelas quais me dedico são realmente o melhor pra mim.Porém, tudo o que tenho é a incerteza. Odeio a incerteza.
Mais um ano passado e o passado ainda parece ter que me ensinar algo que me recuso a aprender.
Depois de mais de duas décadas vivendo uma vida que sempre pareceu escrita pra outro alguém, no fundo, eu já devia saber que o melhor sempre ainda está por vir.Assim como o pior.Assim como o desconhecido.E no fim, só me resta seguir mesmo...Estou feliz por estar onde estou, e tenho certeza que estou exatamente onde eu deveria estar!



Um comentário:

  1. Angelo Mio - Tiziano ferro
    [Anjo meu]
    Os anjos vêm se você os solicita
    E quando chegam, te olham, te sorriem e se vão
    Para deixar-lhe a lembrança de um sonho ao longo de uma noite, mas que vale uma vida
    Viva-o intensamente porque ele não retorna mais

    Observei-te, olhava-me e tremo por dentro agora, você também sabe
    Sabe que em breve deverei te dizer adeus - anjo meu

    Você disse que se estás aqui não é porque é meu mas porque consequentemente
    Entenderei a vontade do teu adeus... anjo meu.

    Ao teu vôo não me oporei mas se me chamar te seguirei.
    Rapidamente voarás e de birra,
    Não cumprimentarás e seguidamente fugirás,
    Procure não se esconder nunca... anjo meu..

    Não tenho as respostas que queres de mim,
    Não o esperarei se não és como eu
    Me deixe crer que retornarás... anjo meu.

    Se seguidamente pensas que não viverei, me chame, te seguirei.
    Rapidamente voarás e de birra,
    Não cumprimentarás e seguidamente fugirás,
    Procure não se esconder nunca... anjo meu

    - Gostei da letra e lembrei de você.

    ResponderExcluir