quarta-feira, 7 de julho de 2010

Confusa

Você fala muito...talvez seja essa sua forma de quebrar o silêncio que te consome, mas não soa do mesmo jeito, quando ninguém está realmente ouvindo. 
Nós tropeçamos nas nossas vidas e procuramos uma mão para segurar. Alguma dúvida que precisamos encontrar? Um certo algo, certo alguém... Apague as luzes o que te sobra? 
Eu abro minhas mãos e descubro que estão vazias, aperto meu rosto contra o chão, eu preciso encontrar uma razão e estou apenas procurando em qualquer canto  por algo em que acreditar. Você tem muito tempo e gastar todo seu tempo colecionando e descobrindo, não é o suficiente... e não importa o quanto você tente ,você nunca acha o que procura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário