terça-feira, 2 de agosto de 2011

em pedaços

O relógio quebrado é um conforto, ele me ajuda a dormir de noite. Talvez ele consiga fazer o amanhã parar de roubar todo o meu tempo e eu ainda estou aqui esperando....Mas eu ainda tenho minhas dúvidas. Eu estou machucada ao máximo como você já percebeu. Eu estou caindo aos pedaços, mal consigo respirar... Eu estou com um coração partido, que ainda bate.
Na dor...na cura... Em seu nome, eu encontro significado. Então eu estou esperando. As fechaduras quebradas foram um sinal, de que você entrou em minha cabeça. Eu tentei ao máximo ser reservada, mas ao invés disso sou como um livro aberto e eu ainda vejo o seu reflexo dentro de meus olhos. Eles procuram um propósito...eles ainda procuram por vida. Luzes quebradas na rodovia deixam-me aqui sozinha, posso ter perdido a razão do meu destino, mas não esqueci meu caminho para casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário