terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Frio como gelo, e mais amargo do que um dezembro. Noite de inverno foi assim que te tratei. E eu sei que eu  às vezes costumo perder a paciência e eu passo dos limites ...Sim, essa é a verdade. Eu sei que fica difícil às vezes mas eu nunca poderia sair do seu lado, não importa o que eu diga, porque se eu quisesse ir eu já teria ido. Eu realmente preciso de você perto de mim, para manter minha mente longe da beira do abismo. Você é o único que me conhece melhor do que eu me conheço. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário