domingo, 13 de janeiro de 2013

Pelo quê vale a pena lutar.

Às vezes a gente precisa de um tempo. Pra pensar um pouco mais. Pode ser a mesma coisa duas vezes. mas é pra poder assimilar que cada coisa tem seu toque, a sua cor, sua voz ou seu barulho. Às vezes quem fica por último tem que saber contar histórias. A eternidade é um longo processo de querer lembrar do que sobra. Ninguém quer ser esquecido no final. Às vezes jurar não é o suficiente. E você vai ter que me dar algo melhor pra provar que tudo isso é verdade. Na verdade o que conta é quem fica sempre, não quem vai embora.


Nenhum comentário:

Postar um comentário