segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Like a Stone - Audioslave

"Em uma tarde leve, num quarto cheio de vazio. Abertamente, confesso que estava perdido nas páginas de um livro cheio de morte. Lendo como morreremos sozinhos. E, se formos bons, nos deitaremos pra descansar, onde for que queiramos ir.
Na sua casa, eu quero ficar, cômodo a cômodo, pacientemente vou esperar por você lá, como uma pedra. Vou esperar por você lá, sozinho. Em meu leito de morte, vou rezar aos deuses e aos anjos, como um pagão, para qualquer um. Quem me levará ao paraíso? 
Para um lugar do qual me lembro, estive lá há tanto tempo atrás, o céu estava ferido, o vinho era sangue e lá você me conduziu. E assim eu li. Até que o dia se foi e me sentei arrependido por todas as coisas que fiz. Por todas que abençoei e por todas que ofendi. Em sonhos até minha morte irei vagar."

Nenhum comentário:

Postar um comentário