quinta-feira, 28 de maio de 2015

Losing My Religion

A minha vida é maior, é maior do que você. E você não sou eu, mas os extremos que eu irei para chegar até a distância em seus olhos são incalculáveis. 
Aquela sou eu no canto e aquele é você no centro das atenções. Estou perdendo minha religião tentando me igualar a você e eu não sei se eu consigo fazer isso. Ah,  não, pra variar eu falei demais e ainda não disse o suficiente. 
Cada sussurro, de cada hora acordada. Fico escolhendo minhas confissões, tentando ficar de olho em você, como uma boba magoada, perdida e cega. Eu puxei o assunto. Considere isto a dica do século, o deslize que me deixou de joelhos, no chão.E o que aconteceria se todas essas fantasias se tornassem realidade? Agora eu falei demais de novo. Eu achei que ouvi você rindo, achei que ouvi você cantar. Eu acho que pensei ter visto você tentar, mas aquilo foi apenas um sonho. E agora a morte é só um desejo em comum.


Nenhum comentário:

Postar um comentário