terça-feira, 30 de agosto de 2016

Chance

Entre a multidão lá fora. Final de agosto, chuva e frio , enquanto eu sigo em silêncio. Você passou os dedos suavemente pela minha bochecha e num piscar de olhos, enquanto meus olhos ficavam vidrados nos teus, eu encontrei uma chance de dizer tudo que eu nunca disse. Então eu encontro uma chance de te dar tudo que você nunca teve. 
Tem uma resposta simples, sobre a pergunta que você sempre faz. Você é quente enquanto eu sou fria. Você ocupa tão pouco espaço já eu ocupo tudo. Como é possível, em mundos tão distintos?
As pequenas palavras são palavras difíceis e as palavras difíceis são palavras simples. Eu encontrei uma chance, você quis uma chance. Mas agora é tarde demais .Agora é tarde demais?


Nenhum comentário:

Postar um comentário