segunda-feira, 12 de abril de 2010

Blind



"Eu era jovem, mas não era ingênua.Eu assistia paralisada enquanto ela ia embora e ainda tenho a dor que devo carregar. Um passado tão profundo que até você não poderia enterrar, se tentasse. Depois de todo este tempo eu nunca pensei que nós estaríamos aqui...Quando meu amor por você era cego,eu não conseguia fazer você ver isto.Não conseguia fazer você ver que eu amava você mais do que você jamais saberá e uma parte de mim morreu quando eu deixei você ir.
Eu dormiria somente na esperança de sonhar que tudo seria como era antigamente, mas noites como essas parecem estar lentamente passando rápido....Elas desaparecem conforme a realidade cai no chão."

Nenhum comentário:

Postar um comentário