segunda-feira, 9 de maio de 2011

O destino

"Há anos eu andava por um trem que se dizia ter um bom destino, até que um dia resolvi descer, chamaram-me de louca, descobri que o trem era uma farsa, e o destino era o sonho dos outros, hoje vejo o trem passar na minha frente, mesmo assim acabo embarcando, sempre quando posso eu desço, e continuo solitária pela minha caminhada." (Varpechowski)
O trem passou...a paisagem agora é outra...tem-se uma estação de destino, a estação do desembarque. Não quero mais descer no desconhecido, no improvável, não quero mais perder-me, buscando desesperadamente a saída, e com isto entrando em vagões desconhecidos. Saindo muitas vezes mais perdida do que antes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário