segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

As vezes fico aqui cutucando a memória, tentando encontrar aquela parte de mim que não deixava de sorrir. Aquela que era sonhadora, cheia de anseios, sem medo, guerreira. Ás vezes sinto que a perdi...Sou frágil, mas não deixo de ser forte. Me atrapalho em um sentimento e outro, mas me encontro, me faço transparente, surpreendo. Construo minha história a cada passo e não perco a a minha fé. 


Queria ter mais tempo para não pensar no tempo e ir errando sem pressa de acertar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário